Home / Ideas / 10 Desportivos que marcam os anos 80

10 Desportivos que marcam os anos 80

Todos nós sabemos que os anos 80 foram célebres de automóveis desportivos e puristas. Então decidi eleger 10 dos super-carros que marcaram a década de 80 e ainda hoje continuam a impressionar.

10. VW Golf GTI MK II

VW-GOLF-GTI-MK2-vw-golf-31340308-1024-708

O VW Golf GTI é um dos melhores carros dos anos 80, ele combinava uma construção sólida e conduzia-se como um autêntico kart. Tinha a potência de um carro desportivo, a utilidade de um pequeno utilitário e custos bastante acessíveis. A sua caixa de velocidades fazia maravilhas e fez com que este pequeno GTI se tornasse um dos melhores carros de tração dianteira de sempre.

9. Peugeot 205 GTi

Peugeot-205-GTI-01-672x420

Já que falámos de GTI’s, não podemos deixar o 205 GTi de parte. No desporto de rallys destacou-se devido à sua suspensão independente nas 4 rodas e chegou a ser considerado o carro da década por algumas revistas. O seu motor atmosférico de 130cv e o peso reduzido de 860kg fazem feliz qualquer proprietário deste pocket-rocket.

8. Lotus Esprit Turbo

Lotus-Esprit-Turbo

Apesar da sua primeira aparição ter sido em 1976 e ter permanecido no mercado quase 30 anos, foi na década de 80 que o Lotus cativou. Com um motor 2.2L Turbo que debitava uns loucos 210cv, ele cumpria o sprint dos 0-100km/h na casa dos 5 segundos. Mais tarde apareceram outros Esprits mais rápidos, mas foi este que conquistou o coração dos fãs.

7. Lancia Delta S4

Lancia-Delta-S4

Considerado um autêntico devorador de rallys do grupo B, o auge da sua carreira foi nos anos 1985-86. A fama do seu motor 1.8L turbo e da sua tração integral rapidamente percorreu o mundo e apaixonou todos os entusiastas de automóveis. Os seus 247cv vindos do rally para a estrada,  ainda hoje dão que fazer a muitos dos atuais desportivos.

6. Toyota MR2

54d1055b871e8_-_wedgies-08a-1114-lgn

A Toyota dos anos 80 não era reconhecida por ter carros desportivos, mas também não quer dizer que não pudessem construir um. Ser um “dois-lugares” e ter tração traseira foram virtudes que chamaram à atenção dos fãs. Em 1988 a Toyota lançou uma versão sobrealimentada e rápidamente viu o nome deste pequeno, compacto e desportivo MR2 ficar na história do mundo automóvel.

5. Audi Quattro Coupé

Audi-Quattro

Antes do Delta S4 entrar em cena, o Audi Quattro foi o pioneiro carro de rally homologado às ruas. Oferecia uma motorização 2.1L de cinco cilindros, tração integral e 197cv. Também foi dos primeiros coupés a utilizar tração integral. No seu fim de vida ainda foi lançada uma versão bombardeada com mais de 300cv.

4. BMW M3 (E30)

18gnnywhapyhajpg

Homologado para utilização estradista com propósitos das famosas corridas DTM, o BMW M3 colocava nas ruas um bloco 2.3L de 4 cilindros e 210cv. Mais do que um simples upgrade de motor, este coupé tinha melhoramentos a nível de aerodinâmica, suspensão, travões, etc. Apesar de ter muitos sucessores, os mais puristas continuam a eleger este como o melhor M3 de sempre.

3. Ferrari Testarossa

Ferarri-Testaroosa

O Ferrari Testarossa foi capa de muitas revistas da década. Com um toque elegante do estilo de Pininfarina e uma nota musical de excelência proveniente do seu V12, o Testarossa foi o sonho de muitas crianças e adultos daquela época. Além da sua “carinha laroca”, os 390cv que debitava e o seu aspecto rebaixado fazia curvas parecerem uma autêntica reta. Apesar de ter recebido um novo nome nos anos 90, os fãs sempre o reconheceram como Testarossa.

2. Lamborghini Countach

countach-drivemypassion

Se o Testarossa foi capa de muitas revistas na sua década, o Countach estave em todo o lado. Utilizava um motor V12 e uns 455cv de raça pura. Tinha uma enorme capacidade para atingir grandes velocidades e fazer bons tempos era com ele. Apesar de não ser tão agradável de conduzir e a visibilidade ser reduzida em alguns pontos, nada disso importava, o seu aspecto robusto era lindo de morrer e ainda hoje é.

1. Porsche 959

1986-porsche-959-front-three-quarters

Tal como outros carros que estão presentes na lista, o 959 deriva das versões de corrida, mas o que torna este carro tão especial para ser o primeiro da lista? Ao contrário das outras marcas, a Porsche decidiu homologar este carro na íntegra do que é um carro de corrida, sem retirar nem acrescentar potência, suspensões, nada! O mesmo carro que era visto em pista era o que estava à venda no stand. Apesar do seu motor 2.85L 6 cilindros debitar 444cv, este carro não era dos mais potentes comparado a um Ferrari F40, e nem tão pouco mais leve. Mas todo o conjunto deste fantástico automóvel e com a ajuda de turbo sequencial, ele era capaz de descrever as melhores curvas e de chegar à meta primeiro do que qualquer outro carro, até mesmo um Ferrari F40. Passados cerca de 30 anos, este automóvel ainda marca a história da Porsche.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *