Home / Ensaios / Ensaio Renault ZOE 40 BOSE

Ensaio Renault ZOE 40 BOSE

Descubram como foi uma semana elétrica ao volante do Renault ZOE 40 BOSE pelas ruas alentejanas da cidade de Évora.

De forma a tentar perceber melhor, esclarecer algumas questões e desmistificar aqueles que são os automóveis 100% eléctricos, decidi colocar-me aos comandos do Renault ZOE 40 e percorrer, durante uma semana inteira, os trajetos diários de um alentejano.

E porquê o Renault ZOE? Porque além de ser um best-seller no seu segmento, graças à sua nova bateria de 41 kWh e o seu preço de aquisição bastante atrativo (ainda se mantém em comercialização a original bateria de 22 kWh), este será também, em Portugal, o modelo que promete alterar um pouco o paradigma em torno dos automóveis eléctricos.

Porquê? Porque pela primeira vez, nos pequenos elétricos, conseguimos ter uma autonomia decente, com 400 km anunciados (segundo a homologação NEDC), o que em condições reais se traduz em 300 km.

E como primeiro teste, nada melhor do que o trajeto Lisboa – Évora, sem qualquer preocupação de consumos e mantendo uma condução idêntica à de um motor a combustão. Fácil! Foram cerca de 140 km percorridos com um consumo de 24 kW (e ainda foi possível regenerar 2 kW no caminho, totalizando 22 kW de consumo total). Contas feitas, numa bateria com capacidade de 41 kW, gastou-se pouco mais de meio depósito sem qualquer cuidado. Ou seja, com o novo Renault ZOE e com alguma prudência, já é possível fazer o trajeto Évora – Lisboa – Évora sem grandes ansiedades de ficar apeado.

Chegado a Évora, está na altura de carregar baterias. Primeiro decidi experimentar o carregamento numa tomada doméstica. Com cerca de 40% de bateria, o computador de bordo ainda assim apontou 17 horas para um carregamento até aos 100%. Para quem irá deixar o pequeno ZOE a carregar durante a noite, não é mau, mas ainda assim, não é o resultado que eu estava à espera e decidi logo ir até ao PCR (Posto de Carregamento Rápido) de Évora, já que os postos dito normais que encontramos por ai também apontaram um tempo de espera de cerca de 7 horas. E… Maravilha! O tempo de espera é de 1 hora e 20 minutos para recarregar as baterias por completo e para dar inicio a uma semana totalmente elétrica!

Já agora, um pequeno aparte. Por enquanto, todos os carregamentos são a custo zero na rede MOBI.E, mas estima-se que 100 km possam ser percorridos com custos a rondar 1 ou 2€. As revisões também terão apenas o custo mínimo de 30 a 50€. Um sonho, não é?

À nossa disposição, com o propósito “poupar” as baterias e expandir a autonomia, temos presente um modo ECO que além de diminuir a prestação do motor elétrico, reduz também a potência do ar-condicionado e condiciona a descarga, não sendo possível passar dos cerca de 90km/h. Mas como o que pretendo neste ensaio é dar-vos a maior certeza possível daquilo que podem esperar de um elétrico, esse botão já está desativado (e no Alentejo também não convém ter ar-condicionados fraquinhos…) e pronto a percorrer os meus cerca de 25 km diários.

Os consumos numa condução completamente normal, rondam os 15kWh/100km, mas com todo o binário disponível de imediato, confesso que é difícil resistir ao pedal do acelerador e o computador de bordo acabou mesmo por registar cerca de 20 kWh/100km nos meus pequenos percursos. Ou seja, a conduzir assim, dos 300 km de autonomia reais e possíveis de conseguir, o meu resultado vai ser de “apenas” 200km. Se é mau? Continua a ser ótimo e significa que só vou ter que “atestar” uma vez por semana, a mesma frequência de visitas que faço ao posto de abastecimento com o meu carro diesel pessoal. 

Resumindo. O futuro é claramente elétrico e para o comprovar temos automóveis como o Renault ZOE, que nos oferecem maior autonomia a um preço cada vez mais reduzido. E por falar em preço, o Renault ZOE 40 BOSE custa menos de 30 mil euros com opção de aluguer de bateria, ou então, cerca de 37 mil euros com a opção do preço de bateria incluido. Para consultar o valor do aluguer de bateria consoante os km percorridos por ano, basta aceder aqui (clique para visualizar).

IMG_8702

About Marco C.

O Marco é um entusiasta automóvel e cresceu rodeado de "Leões". Ainda mal conseguia pronunciar a palavra gasolina e já era um apaixonado por automóveis. Hoje em dia anseia por mostrar a sua garra na "selva" do mundo automóvel e conduzir a sua paixão o mais longe possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *